Uma PEC sob medida para Eduardo Bolsonaro

Aliado de Jair Bolsonaro, o deputado Capitão Augusto pretende avançar no Congresso com uma proposta de emenda à Constituição que permite a parlamentares assumirem embaixadas no exterior sem precisarem renunciar ao mandato, mas apenas se licenciarem.

Atenderia perfeitamente a Eduardo Bolsonaro, escolhido por Jair Bolsonaro para assumir o posto de embaixador em Washington. Segundo o presidente, o deputado ainda estaria em dúvida porque precisaria abrir mão do mandato.

Capitão Augusto disse que defende a ideia desde 2015, mas que ainda não havia a apresentado por não ter conseguido juntar assinaturas suficientes, em razão das turbulências políticas de lá para cá. Agora, espera conseguir apoio do PSL para juntar mais 30 assinaturas das 170 necessárias.

"Greenwald está apenas se servindo do produto de um furto (...) para tentar tirar o chefe de uma organização criminosa da cadeia..." Mais aqui

“Tenho 140 assinaturas que coletei no mandato passado, porque quando comecei a visitar alguns países em missão oficial, vi que os embaixadores nossos eram muito fracos. Alguns pareciam que mal discursavam, justo nesse cargo que tem que ser político, já que tem que divulgar o Brasil e trazer investimentos”, disse.

O deputado acrescenta que deputados já podem se licenciar para assumir ministérios no governo e secretarias estaduais. “Por que não pode se licenciar para ser embaixador? É um peso injusto ter que renunciar”, afirma.

Comentários

  • Francisco -

    Meu Deus! em pouco mais de 6 meses Jair Bolsonaro chega neste estágio de baixo nível. Daqui a pouco sentiremos saudades dos 9 dedos, a continuar neste ritmo.

  • Marcelo -

    Desrespeito ao eleitor! Até entendemos a intenção de aproximar da América mas isso vai queimar Eduardo com o eleitor. Melhor desistir dessa idéia.

  • Sandra -

    Um completo absurdo nomear o filho, ainda por cima sendo um completo desqualificado. Acho que o presidente está querendo que seus eleitores peçam seu impeachment.

Ler 65 comentários