Uma quadrilha, 39 políticos

A prisão de Delcídio do Amaral deve complicar a vida de outros parlamentares, além da de Romário. A expectativa dos investigadores é de que a documentação apreendida esclareça melhor a participação de outros agentes públicos no inquérito 3989, que investiga uma quadrilha que seria composta por 39 políticos.

Tudo deve partir da delação premiada acordada com Nestor Cerveró no último dia 18.

Rodrigo Janot já havia decidido por alguns arquivamentos, segundo o Estadão, por falta de provas. Ao que tudo indica, o PGR precisará voltar atrás na decisão.

Faça o primeiro comentário