União Química sugere que Anvisa analisou 'vacina falsificada', mas agência só analisa documentos

União Química sugere que Anvisa analisou vacina falsificada, mas agência só analisa documentos
Foto: alirazagurmani9272/Pixabay

O chefe científico da União Química, Miguel Giudicissi Filho, enviou carta ao presidente da Anvisa sugerindo que a agência pode ter analisado uma versão “falsificada” da Sputnik V.

Ocorre que a agência analisou documentos dos próprios fabricantes, e não amostras da vacina.

Reprodução/União Química/via RDIF
Giudicissi Filho disse que a declaração da Anvisa causou “confusão significativa”:

Reprodução/União Química/via RDIF
O diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, reiterou em coletiva de imprensa hoje (29) que a agência analisa apenas documentos.

Leia mais: Quem são os diretores da agência que darão o veredicto sobre as vacinas a serem aplicadas nos brasileiros
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO