ACESSE

União trata "de forma improvisada" vazamento de óleo no Nordeste, diz governador

Telegram

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), disse hoje que o governo federal trata no improviso o vazamento de óleo que atinge praias no Nordeste, informa a Folha.

“É o maior acidente ambiental da história do Brasil e não pode ser tratado, depois de 50 dias, da forma improvisada como a gente está vendo nos dias de hoje.”

Câmara afirmou ainda que espera que o governo acate a decisão da Justiça e ponha em funcionamento o Plano Nacional de Contingenciamento para Incidentes de Poluição por Óleo.

“O plano de contingência não foi colocado em funcionamento. A gente, diante da decisão da Justiça, espera que isso ocorra. É fundamental que o plano funcione. É fundamental que tenha uma força-tarefa para que todos os equipamentos disponíveis do Exército, Marinha e Aeronáutica sejam colocados à disposição para tratar desta questão.”

Gilmar Mendes, o dono do Supremo. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários