Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Urgente: a pedido da CPI, PF faz buscas na Precisa Medicamentos

Medida foi previamente negociada com Augusto Aras e autorizada por Dias Toffoli, segundo apurou O Antagonista. "Fez-se necessário", diz a CPI, em nota
Urgente: a pedido da CPI, PF faz buscas na Precisa Medicamentos
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A Polícia Federal realiza agora de manhã busca e apreensão na sede da Precisa Medicamentos, em São Paulo. A operação ocorre a pedido da CPI da Covid, com decisão de Dias Toffoli.

Os mandados são cumpridos em endereços de Barueri e Itapevi, onde estão escritórios da empresa e locais de armazenamento de distribuição de produtos.

Em nota assinada por Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros, a CPI diz que “tentou de todas as formas obter essas informações e não logrou êxito. Fez-se necessário, para prosseguimento das apurações, a utilização deste instrumento judicial”.

A medida foi previamente negociada com Augusto Aras, segundo apurou O Antagonista. O PGR negou, porém, pedido para buscas no Ministério da Saúde.

A Precisa entrou na mira da CPI por causa do contrato de R$ 1,6 bilhão para o fornecimento de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, do laboratório indiano Bharat Biotech.

Segundo as investigações, houve pressão política para acelerar o negócio e tentativa de liberação antecipada do pagamento, mediante fraude documental. O negócio, denunciado pelo deputado Luís Miranda, acabou anulado.

Mais notícias
TOPO