URGENTE: Alerj aprova continuidade do processo de impeachment de Witzel

A Alerj acaba de aprovar, por unanimidade, a continuidade do processo de impeachment de Wilson Witzel.

O resultado foi de 69 a zero. Apenas um deputado não votou, por ter sido diagnosticado com Covid-19.

Com a aprovação, será criado um tribunal misto, com cinco deputados e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio.

O tribunal vai julgar, em até 120 dias, se Witzel cometeu crime de responsabilidade e deve perder os direitos políticos.

São necessários sete dos dez votos para o governador perder o cargo de vez.

A decisão da Alerj de dar continuidade ao impeachment e abrir o processo por crime de responsabilidade também resulta no afastamento temporário de Witzel do cargo.

O governador, porém, já está afastado de suas funções, por decisão de Benedito Gonçalves, do STJ.

Witzel é acusado de ter chefiado um esquema de desvio de recursos destinados ao combate à pandemia.

Leia mais: Damares vice de Bolsonaro em 2022?
Mais notícias
TOPO