Câmara aprova texto-base de parte da reforma política

A Câmara acaba de aprovar, em primeiro turno, o texto-base da PEC do fim das coligações e da cláusula de barreira.

Os destaques (sugestões de alterações no texto) serão votados na semana que vem, segundo André Fufuca, presidente interino da Casa.

O que diz basicamente o texto-base da PEC relatada pela deputada Shéridan:

— Fim das coligações proporcionais em eleições para o Legislativo já em 2018. A mudança poderá impedir que candidatos com baixo percentual de votos sejam eleitos via votação dos partidos coligados. Mas um dos destaques a ser votado — e que tende a ser aprovado — é o que determina a mudança apenas a partir de 2020.

— Quanto à cláusula de barreira, só terão acesso ao fundo partidário e ao tempo de rádio e TV partidos com um percentual determinado de votos válidos em pelo menos 9 estados. A cláusula, pelo texto costurado entre os líderes, prevê um percentual inicial de 1,5% em 2018, subindo a cada ano eleitoral, até chegar a 3% em 2030.

Vale reforçar que destaques poderão provocar outras alterações nesse texto-base.

Para entrar em vigor, uma PEC precisa ser aprovada em dois turnos na Câmara e no Senado.

9 comentários

  1. desculpe se não entendi, mas isso não piora os partidos recentes que na teoria, querem melhorar o país, com idéias melhores, vide partido novo? sei lá…..tem algo estranho nisso….

  2. Pelo apatia geral do contribuinte, eles passarão o fundo partidário e tudo o mais que renda dinheiro para comprar votos e “apoios políticos”. Uma vergonha que não pode prosperar. Enquanto faltar uma agulha nos hospitais públicos, NÃO AO FUNDO PARTIDÁRIO!!!

  3. Boa votação: 384 a 16.
    Agora é ficar de olho no destaque que muda o fim das coligações só para 2020.
    Parabéns, Shéridan!

    1. Lei de Gerson.
      MAV utilizou o nome perfeito.

      É somente importante frisar que os 3bi do fundo partidário vão para as mãos de partidos socialistas. Bom…., socialismo e dinheiro, furto, dos outros, nada mais natural.

  4. Agora estão todos apavorados! Viram que o incêndio está chegando neles! Agora vão aprovar tudo o que é necessário ser aprovado para o bem do Brasil! Depois dos 22 milhões no apartamento do Geddel e das gravações do Joesley sabem que acabou a brincadeira e que todo o sistema político de corrupção sistêmica caiu!! Vou tentar livrar a cara votando em massa o que é preciso votar. Isso será bom para o Brasil. Estão todos apavorados!!!

  5. É por isso que leio cada vez menos esse blog: alguém dá um peido em Brasília e já vira postagem urgente. Á banalização do urgente está destruindo esse blog…

    1. Eles aprovaram essa PEC rapidamente porque estão com medo dos novos partidos. Eles sabem que tranquilamente podem se reeleger depois de aprovada.

      PT, PSDB e PMDB e os ladrões do centrão querem continuar roubando sozinhos!!!

Comentários temporariamente fechados.
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.