Urgente: Doria determina recuo para fase amarela em São Paulo

Urgente: Doria determina recuo para fase amarela em São Paulo
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Como antecipamos, o governador João Doria acaba de determinar que todo o estado de São Paulo retroceda para a fase amarela do Plano SP de retomada das atividades econômicas e sociais.

Comércios e serviços terão horários mais restritos de funcionamento. Motivado pelo aumento de casos de Covid-19 na capital, o endurecimento das medidas acontece um dia depois da reeleição de Bruno Covas.

Além da cidade de São Paulo, encontram-se na fase verde as regiões de Campinas, Sorocaba e Baixada Santista, totalizando 76% da população do estado. Outra parcela grande de São Paulo já estava na fase 3, a amarela.

Ao todo são cinco fases: vermelha, laranja, amarela, verde e azul.

Na fase amarela, shoppings e comércio em geral, bares e restaurantes, além de serviços, podem funcionar por 10 horas, com capacidade limitada a 40%. Praças de alimentação só ao ar livre ou em áreas arejadas, com adoção dos protocolos específicos.

Academias só podem operar com ocupação máxima de 30% e agendamento prévio. Aulas em grupo estão suspensas.

Eventos, convenções e atividades culturais são permitidos em regiões que permaneçam na fase amarela por 28 dias, com ocupação restrita a 40%, além de controle de acesso e assentos marcados. Ficam proibidas atividades com público em pé e que provoquem aglomeração.

Leia mais: Quem acredita em “vacina do Doria” ou “vacina do Bolsonaro” precisa abrir os olhos.
Mais notícias
TOPO