Gilmar pede a Janot que investigue campanha de Dilma

Gilmar Mendes determinou à PGR que investigue os indícios de propina na campanha de Dilma Rousseff. Para o ministro, “há vários indicativos que podem ser obtidos com o cruzamento de informações contidas nestes autos de que o PT foi indiretamente financiado pela Petrobras”. O “cruzamento” a que Gilmar se refere já foi feito pelo Antagonista. “A conta da campanha da candidata também contabilizou expressiva entrada de valores depositados pelas empresas investigadas”.

Gilmar reitera a necessidade de apuração sobre a VTPB (revelada por este jornal), a Focal, a Red Seg e outras empresas prestadoras de serviços da campanha de Dilma. Ele lembra que empreiteiras investigadas na Lava Jato doaram mais de R$ 170 milhões, diretamente à campanha ou indiretamente via PT.

“Tenho por imprescindível dar conhecimento às autoridades competentes sobre os indicativos da prática de ilícitos eleitorais e de crimes de ação penal pública”, escreveu.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200