Urgente: Gilmar pede vista em julgamento de Wesley Batista

Depois de Edson Fachin e Dias Toffoli votarem para que Wesley Batista continue na prisão, em consonância com decisão da Justiça Federal de São Paulo, o ministro Gilmar Mendes pediu vista no julgamento da Segunda Turma do STF.

A defesa de Wesley contesta a competência da Justiça Federal para tratar do caso em que os irmãos Batista são acusados de usar informações privilegiados para obter vantagem indevida no mercado financeiro.

Os advogados queriam a liberdade de seu cliente. Não há data para retomada do julgamento. A Segunda Turma se reúne às terças-feiras.

Comentários

  • Gilberto -

    Mais uma bolada a ser negociada!

  • C.F.Lima -

    Quando será que a justiça brasileira vai se livrar deste recurso esdrúxulo do Pedido de Vista? Quando as decisões são por colegiado por que será que um Pedido de Vista pode segurar uma decisão com a maioria dos votos já determinado? Vamos ser claros: isto é uma piada de mau gosto!!!! Suas excelências são hilárias...

  • andre -

    Bela maneira de manter o inimigo preso sem trair a pose de Soltar Mendes, O Paladino dos Presos Provisórios.

Ler 49 comentários