Urgente: Moro decreta sigilo sobre superplanilha

Sérgio Moro foi surpreendido hoje com a divulgação das planilhas encontradas na residência do executivo Benedito Barbosa, da Odebrecht, contendo nomes de mais de 200 políticos associados a valores.

A inclusão das planilhas no sistema eletrônico da Justiça Federal (e-Proc) foi feito pela Polícia Federal, que tinha a responsabilidade de cobrir com tarjas pretas os nomes de autoridades com foro privilegiado.

Em dois anos de operação, isso nunca aconteceu.

Em despacho remetido há pouco, Moro explicou ser “prematura” qualquer conclusão quanto à natureza dos pagamentos. “Não se trata de apreensão no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht e o referido Grupo Odebrecht realizou, notoriamente, diversas doações eleitorais registradas nos últimos anos.”

“De todo modo, considerando o ocorrido, restabeleço o sigilo neste feito e determino a intimação do MPF para se manifestar, com urgência, quanto á eventual remessa ao Egrégio Supremo Tribunal Federal para continuidade da apuração em relação às autoridades com foro privilegiado.”

Comentários

  • PedroGB -

    Os EUA deveriam eleger um republicano. Aliás, errarem em reeleger Obama em detrimento do competente Gov. Romney. O porém é que o Trump como candidato republicano acaba com as chances do partido de vencer e, mesmo que vença, será um péssimo presidente. Enfim, tá feia a coisa. Pelo menos o Obama não tem um pedalinho.

  • Luiz -

    Não percam a grande cobertura da mídia esquerdista. Obama está em Cuba, um porto seguro para traficantes de drogas e armas, um porto seguro para terroristas do mundo todo, um porto seguro para condenados de todos os tipos. Obama foi visitar seus amigos assassinos, os irmãos Castro. Obama critica o ditador sírio, mas abraça fraternalmente os ditadores cubanos. Alguém sebe explicar o motivo dessa dicotomia ?

  • Roberto -

    Trump na cabeça!

Ler 79 comentários