Urgente: MP abre inquérito contra Alckmin

Telegram

O Ministério Público de São Paulo abriu inquérito para apurar os repasses que Geraldo Alckmin recebeu do departamento de propinas da Odebrecht.

Segundo a Folha de S. Paulo, ele é suspeito de improbidade administrativa.

“A improbidade pode ser punida, por exemplo, com multa, suspensão dos direitos políticos, inelegibilidade e perda de cargo, emprego ou função pública.”

O cunhado de Geraldo Alckmin e o secretário estadual Marcos Monteiro também serão investigados.

 

Comentários

  • Edu -

    Se for comprovada a culpa de Alckmin, que ele seja devidamente punido. É assim, para todos.

  • Kaiser. -

    e pelo jeito como ele defende o larápio, deve estar recebendo algum....quero ver esta midia comunista quando ele (PT) estabelecer aqui, uma nova Venezuela.....acha que vão continuar com as mesmas mordomias e salarios e falando o que bem querem? quando estes idiotas vão aprender, que o mundo, o progresso vem com a competição e o mercado livre de ideias e ações, diferentes dos Países Comunistas.

  • JL -

    Justiça, só é justiça, se for para todos! Fora todos os corruptos!

Ler 56 comentários