URGENTE: MPF pede anulação da condenação de Lula no sítio e retorno do caso à fase de alegações finais

Telegram

O procurador regional Maurício Gerun, que atua no TRF-4, manifestou-se pela anulação do processo que condenou Lula por propina em reforma do sítio de Atibaia e seu retorno à fase de alegações finais.

Segundo Gerun, o MPF entende “cabível a aplicação dos precedentes desenvolvidos nos Habeas Corpus 157.627 e 166.373, tanto para salvaguardar a coerência do sistema jurídico quanto para evitar futuras alegações de nulidade que certamente conduzirão a um grande prejuízo em termos processuais”.

Após duas decisões do Supremo, o desembargador Gebran Neto pediu à 8ª Turma o reexame da matéria. A manifestação do MPF em linha com o STF praticamente sacramenta a anulação, evitando que o caso seja decidido pelo STF.

O caminho mais seguro para entender a posição do STF sobre a prisão de condenados em 2ª instância. SAIBA MAIS AQUI

TRF-4 julga no dia 30 se o processo de Atibaia voltará para a primeira instância

 

Comentários

  • Neto -

    Mais uma vez, esses procuradores fora da Lei tentam livrar-se das ilegalidades cometidas. Esse processo é nulo de pleno direito, afinal tem as pegadas do Savonarola, o Marreco e Maringá.

  • ricardo -

    vergonha

  • MarcosArq -

    A justiça desse país é mesmo uma MH ERDA.

Ler 109 comentários