ACESSE

URGENTE: PRESIDENTE DO STJ TIRA QUEIROZ DA CADEIA

Telegram

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, acaba de conceder, por meio de liminar, prisão domiciliar para Fabrício Queiroz.

O ministro também concedeu prisão domiciliar para a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, que está foragida.

O pedido foi atendido em parte, porque a defesa queria revogação da prisão preventiva, sem qualquer tipo de restrição.

Noronha levou em conta o estado de saúde de Queiroz, que tem câncer e passou por cirurgia recentemente.

O habeas corpus chegou ao STJ na segunda-feira (6) à noite e tramita em segredo de Justiça. Noronha assumiu o caso, em substituição ao relator, Félix Fischer, porque faz plantão durante o recesso do Judiciário em julho.

O HC foi remetido para a Corte superior pela desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Suimei Cavalieri, por causa da decisão que deu foro privilegiado na segunda instância a Flávio Bolsonaro, investigado no mesmo inquérito de Queiroz, pelo esquema de rachadinha na Alerj.

Como já mostrou O Antagonista, Noronha é próximo da família Bolsonaro (seu filho divide escritório com advogado do PSL amigo dos filhos do presidente) e disputa a vaga a ser aberta no Supremo em novembro com a aposentadoria de Celso de Mello.

Queiroz foi preso no dia 18 de junho em Atibaia (SP), no sítio de Frederick Wassef, então advogado de Jair Bolsonaro. Márcia, que vivia com ele, até hoje não foi encontrada.

Leia mais: Diogo Mainardi: 'A prisão de Fabrício Queiroz encerrou o governo Bolsonaro.' Clique para ler na íntegra

Comentários

  • Cristiane -

    Como esse governo me envergonha. Os corruptos batem palmas e agradecem. Alguém tem que tomar uma atitude.

  • Duk -

    E agora? Cadê o gado protestando na frente do STJ? Cadê os anos ideológicos xingando o Ministro? E aquela hispória de revolta com a impunidade? Sumiram?@

  • MIRIAM -

    Tenho a impressão que Queiroz não vai viver para contar o que sabe...

Ler 322 comentários