Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Urgente: Rosa suspende efeito da MP das redes, devolvida por Pacheco

Rodrigo Pacheco, por sua vez, anunciou há pouco a devolução da MP ao Palácio do Planalto
Urgente: Rosa suspende efeito da MP das redes, devolvida por Pacheco
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Acolhendo recurso do PSB,  Rosa Weber considerou inconstitucional a Medida Provisória 1.068/2021, a MP das Redes, e determinou a suspensão de seus efeitos. “Defiro o pedido de medida cautelar para suspender, na íntegra, a eficácia da MP”, escreveu a ministra, que pediu a Luiz Fux o envio da matéria para sessão virtual extraordinária do STF.

“Assinalo que a presente decisão não impede que o eminente  Presidente do Congresso Nacional formule, eventualmente, juízo negativo de admissibilidade quanto à Medida Provisória 1.068/2021, extinguindo desde logo o procedimento legislativo”, acrescentou.

Rodrigo Pacheco, por sua vez, anunciou há pouco a devolução da MP ao Palácio do Planalto sob o mesmo argumento.

Em sua decisão, Rosa ressaltou que a matéria deve ser debatida no Congresso Nacional, “o locus adequado para discussão, elaboração e desenvolvimento”, considerando que as questões envolvidas são de “elevadíssima complexidade”.

“A propagação de fake news, de discursos de ódio, de ataques às instituições e à própria democracia, bem como a regulamentação da retirada de conteúdos de redes sociais consubstanciam um dos maiores desafios contemporâneos à conformação dos direitos fundamentais.

Leia aqui a íntegra

Mais notícias
TOPO