ACESSE

Urgente: secretário da Câmara pede à Polícia Legislativa detalhes da visita do agressor de Bolsonaro

Telegram

O terceiro-secretário da Câmara, deputado JHC, acaba de protocolar requerimento de informações sobre a visita de Adélio Bispo de Oliveira, ocorrida em 6 de agosto de 2013.

O pedido foi feito após O Antagonista revelar que o homem que tentou assassinar Jair Bolsonaro esteve na Câmara, registrando-se na portaria do Anexo IV, onde estão localizados os gabinetes dos deputados.

No ofício dirigido ao diretor do Departamento de Polícia Legislativa, Paul Pierre Deeter, JHC solicita imagens, vídeos e qualquer outro detalhe que esclareça a presença do criminoso nas dependências do Legislativo.

“Para onde disse que iria” e “para onde de fato se dirigiu após passar pelo balcão de identificação”. O objetivo é saber se Adélio, então filiado ao PSOL, esteve com algum deputado deste ou de outro partido.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 78 comentários