URGENTE: STF MANTÉM O FIM DO IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO

O STF acaba de formar maioria para decretar a constitucionalidade do fim do imposto sindical obrigatório, um dos pilares da reforma trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional.

Votaram nesse sentido Luiz Fux, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.

Ficaram vencidos Edson Fachin (relator), Rosa Weber e Dias Toffoli.

Resta o voto de Cármen Lúcia.

Celso de Mello e Ricardo Lewandowski não participam da sessão, a última antes do recesso dos ministros.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO