ACESSE

Uso recreativo da maconha é problema de polícia e Congresso, diz presidente da Anvisa

Telegram

O diretor-presidente da Anvisa, William Dib, rebateu hoje as críticas do ministro da Cidadania, Osmar Terra, que o acusou de tentar “legalizar a maconha no Brasil”, informa a Folha.

Dib conta que a proposta em discussão hoje na agência é para aumentar o acesso e o controle de medicamentos à base de derivados da Cannabis.

“O uso de drogas tem efeitos deletérios sobre a saúde física e psíquica. Mas não há nenhum tipo de risco sanitário do uso de Cannabis medicinal via oral do jeito que as apresentações estão propostas na consulta pública […]  Não posso responder perguntas que não dizem respeito à Anvisa. Posso responder sobre medicamento e sobre tratamento. Não posso responder sobre uso recreativo de droga. Isso é um problema de Estado, de segurança, e não nosso.”

TOFFOLI: A DECISÃO... E A COINCIDÊNCIA. Saiba mais

Comentários

  • John -

    Liberdade: Deixa quem quiser usar e morrer do jeito que quiser. Legaliza e organiza a venda. Controla pra menor de idade não usar. Arrecada imposto e faz campanha mostrando o mal que faz.

  • Enilze -

    Quem já viu uma criança com 6 convulsões/DIA e várias internações na UTI e que ao usar a canabis medicinal reduziu para 2 crises/SEMANA e ainda aprendeu a sorrir, nunca será contra seu uso.

  • Enilze -

    Chego a achar até irônico um monte de usuários de álcool no país criticando o uso de maconha. Pelos riscos que o álcool representa para a família e a sociedade deveria ser banido? Prender alcoólatras

Ler 45 comentários