Vá ser incompetente assim lá na China…

Com o PT dissolvendo o pouco de país que havia, a tendência é relevar a incompetência, para dizer o mínimo, das administrações comandadas pela oposição. Como O Antagonista não tem rabo preso com ninguém, nem tem medo de patrulha, vamos dar aqui um cascudo no governo do tucano Geraldo Alckmin.

Geraldo Alckmin seria um desastre ferroviário, houvesse ainda trens dignos desse nome no estado de São Paulo. Veja-se o caso do metrô da capital paulista. A cidade conta com 74 quilômetros de metrô propriamente dito e, apesar de toda a propaganda, o governo não consegue aumentar expressivamente esse número.

O símbolo maior da lambança administrativa é a Linha Amarela. Ela só não é piada porque a má qualidade da sua engenharia abriu uma cratera que quase engoliu um pedaço de bairro. A linha começou a ser construída em 2004, e a previsão era de que ficaria inteiramente pronta em 2009. Agora se descobriu que as obras estão paradas há anos, e o governo ameaça rescindir o contrato com o consórcio de empreiteiras. Se isso ocorrer, a construção da linha só será retomada em 2016, com prazo de entrega para 2018.

Sabe quantos quilômetros terá a Linha Amarela no total? Nem treze quilômetros. De 2007 até o ano passado, a chinesa Xangai incorporou 466 quilômetros de trilhos à sua malha metroviária — que começou a ser feita em 1993 e somava até oito anos atrás 101 quilómetros de extensão. Xangai tem hoje 567 quilômetros de metrô, 7,5 vezes a mais do que São Paulo.

Uma das perguntas do Antagonista sobre o tema: como é que um governo descobre de repente que a construção de uma linha de metrô está parada?

Vá ser incompetente assim lá na China…e você acaba num campo de reeducação.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200