Vacina da AstraZeneca não é eficaz contra variante sul-africana

Vacina da AstraZeneca não é eficaz contra variante sul-africana
Foto: fotoblend/Pixabay

“A vacina Oxford/AstraZeneca, que tem eficácia de 70% contra a cepa original do coronavírus, tem sua eficácia reduzida para 10% contra a variedade da África do Sul“, diz Fernando Reinach, a propósito de um estudo conduzido por cientistas dos laboratórios que desenvolveram a vacina.

“Essa é a primeira comprovação que uma vacina produzida para proteger as pessoas do Sars-CoV-2 original pode ser completamente ineficaz perante uma nova variedade. Nos próximos meses, estudos semelhantes serão feitos em diversos locais do planeta para garantir que as vacinas continuam eficazes perante as novas variedades. No Brasil, o importante agora é saber se a Coronavac e a vacina da AstraZeneca continuam eficazes contra a variedade de Manaus (P1), que assola o País.”

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO