Vacinação vai começar simultaneamente nas capitais, diz Saúde

Vacinação vai começar simultaneamente nas capitais, diz Saúde
Reprodução/TV Brasil

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, afirmou hoje que planeja iniciar a vacinação contra a Covid-19 de forma simultânea em todas as 27 capitais do país, de 3 a 5 dias após a aprovação pela Anvisa.

“Eu não posso esperar chegar a 5 mil municípios, 38 mil salas de vacinação, para então startar a vacinação. Então, vai começar quando chegar nas capitais. É essa a ideia”, afirmou, em entrevista à imprensa.

O plano contraria João Doria, que quer começar a distribuir em São Paulo as 6 milhões de doses da Coronavac, armazenadas no Butantan, imediatamente após o aval da Anvisa. A Fiocruz, no Rio, receberá no sábado 2 milhões de doses da vacina de Oxford, importadas da Índia.

Élcio Franco disse que os dois estados não estão perdendo: “o Brasil é que está ganhando”.

“Temos um mote de que ninguém ficará para trás. No SUS, há o princípio da equidade e o da universalidade, de atender a todos”, afirmou.

A Anvisa reunirá sua diretoria no domingo (17) para decidir se autoriza o uso emergencial das vacinas, destinado a profissionais de saúde e idosos, principalmente.

Leia mais: Crusoé expõe o que está na mesa de negociações pela sucessão na Câmara e no Senado, entre elas a liberação bilionária de emendas, oferta de ministérios, promessas de implosão da Lava Jato, entre outras
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 79 comentários
TOPO