'Vai chegar uma hora' em que decisões judiciais não serão cumpridas, diz Ricardo Barros

Líder do governo na Câmara criticou o ativismo do Judiciário nesta terça-feira
Vai chegar uma hora em que decisões judiciais não serão cumpridas, diz Ricardo Barros
Foto: Alan Santos/PR

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), criticou a atuação do Judiciário nesta terça-feira (8).

Em evento da CNI, Barros afirmou que chegará um momento em que as decisões judiciais não serão mais cumpridas, por causa do ativismo judicial de magistrados.

“O Judiciário vai ter que se acomodar nesse avançar nas prerrogativas do Executivo e Legislativo. Vai chegar uma hora em que vamos dizer (para o Judiciário) que simplesmente não vamos cumprir mais. Vocês cuidam dos seus que eu cuido do nosso, não dá mais simplesmente para cumprir as decisões porque elas não têm nenhum fundamento, nenhum sentido, nenhum senso prático.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que fiscaliza todos os poderes.
Mais notícias
TOPO