ACESSE

"Vai pelo caminho dos dois antecessores"

Telegram

O historiador José Murilo de Carvalho, em entrevista ao Estadão, comparou Jair Bolsonaro a Jânio Quadros e Fernando Collor:

“Já passamos por Jânio Quadros e Fernando Collor, os breves. Ambos foram impulsionados por eleitorado, em boa parte de classe média, insatisfeito com os padrões éticos vigentes na política, o primeiro brandindo uma vassoura, o segundo atacando marajás. Descuidados, ambos, do apoio parlamentar e partidário. Jânio governou por bilhetinhos, proibiu brigas de galo e biquínis, tentou um autogolpe, falhou e renunciou. Collor congelou a poupança dos outros, rivalizou com os marajás no trato com a coisa pública e renunciou sob a ameaça de impeachment.

Bolsonaro também surfou na onda anticorrupção – no caso, levantada pela Lava Jato. Como seus dois antecessores, ele tem precário suporte partidário, postura autocrática na política, uma visão em preto e branco do Brasil e governo errático. Vai pelo caminho dos dois antecessores.”

Os bastidores da grande derrota de Moro, do governo e do combate ao crime organizado. Confira agora

Comentários

  • Alberto -

    Visão lúcida de um cenário mais que possível, quase previsível. Afinal, como dize o ditado popular: "de boa intenção o inferno está cheio". Mas ainda há tempo para tomar a rédea das coisas e decolar.

  • Marcelo -

    Sim, inclusive JQ e FC tinham um exército de eleitores patriotas que colocaram eles lá. Além disso, ambos tinham redes sociais onde falavam direto com eleitores, sem passar pela mídia suja. Babaca

  • KomedorDeMinion -

    O congresso jantou Bolsolixo.

Ler 190 comentários