Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Vai prejudicar de maneira incalculável a imagem, o prestígio, a confiança nas Forças Armadas"

General Santos Cruz diz que ministro da Defesa poderia ir a pé entregar convite a Jair Bolsonaro; medida mostra "infantilidade absoluta"
“Vai prejudicar de maneira incalculável a imagem, o prestígio, a confiança nas Forças Armadas”
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-secretário de Governo de Jair Bolsonaro, disse que o desfile militar de hoje na Esplanada era desnecessário, mas terá impacto importante na imagem das Forças Armadas“Esse é um exercício de rotina. Se a intenção é convidar o presidente, o ministro da Defesa pode ir até a pé fazer isso, não precisa mobilização de aparato militar onde estão localizados os Três Poderes”, disse ao UOL.

“Tudo isso para levar um convite? É uma infantilidade, absolutamente desnecessária, ainda mais no contexto atual.”

O general ressaltou que a exibição militar acontece no momento em que se desenrola uma disputa política normal, e no dia em que o Congresso analisa a PEC do Voto Impresso. “Não é possível acreditar em tanta ingenuidade e incompetência de avaliação do Ministério da Defesa. Isso é um desrespeito ao Congresso, um desrespeito ao Brasil.”

Para o ex-ministro, as repercussões negativas serão imensas: “Essa imagem vai ser um vexame nacional e internacional. Vai prejudicar de maneira incalculável a imagem, o prestígio, a confiança nas Forças Armadas.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO