ACESSE

Vale do Ribeira recua da fase amarela para a vermelha em SP

Telegram

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira a nova classificação das regiões do estado no plano de reabertura econômica em meio à epidemia de Covid-19.

A única alteração em relação à semana passada foi o rebaixamento do Vale do Ribeira (onde fica o município de Registro) — que recuou da fase 3 (amarela) diretamente para a fase 1 (vermelha), a de maiores restrições.

Até ontem, de acordo com dados das secretarias municipais de Saúde da região, o Vale do Ribeira contabilizava 3.890 casos confirmados de Covid-19, com 89 mortes.

Nos últimos dias, os números de novas infecções e mortes pelo novo coronavírus aumentaram consideravelmente na região.

Com isso, o mapa de São Paulo divulgado pelo governo do estado agora conta com quatro regiões na zona vermelha: Registro, Piracicaba, Ribeirão Preto e Franca.

As demais regiões do estado não sofreram alteração.

O governador João Doria ironizou as declarações de Jair Bolsonaro, que disse ter planos de visitar o Vale do Ribeira. “Soube que o presidente pretende visitar o Vale do Ribeira. Ele é sempre bem-vindo, mas visitar o Vale do Ribeira para andar de jet ski no rio Ribeira e passear de helicóptero… Talvez não seja o melhor momento”, afirmou o tucano.

“O governo federal pode ser parceiro do governo de São Paulo. Pode ser parceiro nos programas de turismo, pode ser parceiro nos programas sociais, nos programas de saúde, de educação e nos programas de empreendedorismo. Quem sabe aí, após estas manifestações, eu me disponha a passear de jet ski com o presidente Jair Bolsonaro no Vale do Ribeira. Neste momento, nossa prioridade é proteger vidas.”

Veja como ficou o mapa do estado:

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 5 comentários