"A Vale não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade”, diz advogado da empresa

“A Vale não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade. Não houve negligência, imprudência, imperícia.”

Foi o que disse à Folha um dos principais advogados da companhia, Sergio Bermudes.

“Por que uma barragem se rompe? São vários os fatores, e eles agora vão ser objeto de considerações de ordem técnica.”

Para Bermudes, o que está caracterizado, até agora, é “um caso fortuito cujas causas ainda não foram identificadas”.

Comentários

  • Eliane -

    É tão absurdo, que nem sequer merece comentários.

  • JOSÉ -

    Caso fortuito é V. Exa. Dr.. Bernudes.

  • Sóstenes -

    ABNT NBR 13028:2017 - Mineração - Elaboração e apresentação de projetos de BARRAGENS PARA DEPOSIÇÃO DE REJEITO.... Procurar informaçoes sobre esta publicação com: eduardo.lima@abnt.org.br

Ler 135 comentários