Vallisney nega perdão a delator de Cunha

O juiz Vallisney de Oliveira negou perdão judicial solicitado pelo delator Fábio Cleto, ex-VP da Caixa que entregou o esquema de Eduardo Cunha no FI-FGTS.

Para o juiz, a delação teve efetividade parcial.

Delator de corrupção no FI-FGTS pede perdão judicial

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Novo Brasil disse:

    Só a eclipse não sextou hoje! Que venha mais justiça da boa!

Ler comentários
  1. Marcando Passo disse:

    Como é imensa a distância entre juízes de 1ª instância dos juízes do STF. Parece que temos 2 Brasis, um desenvolvido como a Suécia e outro retrógrado como a Nigéria. É desalentador.

  2. Alberto disse:

    Perdão o KCT! Já devolveu tudo que roubou? Fica como está, se descobrir que omitiu alguma corrupção. CADEIA!