Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Valor médio do litro de gasolina subiu 32,9% na pandemia

Dados da Agência Nacional do Petróleo indicam que o Distrito Federal teve o maior aumento no preço médio desde março do ano passado
Valor médio do litro de gasolina subiu 32,9% na pandemia
Foto: Agência Brasil/Arquivo

O preço do litro da gasolina no Brasil subiu 32,9% desde março do ano passado, quando teve início a pandemia de Covid, diz o Metrópoles com base em dados da Agência Nacional do Petróleo. O preço médio de revenda no país passou de R$ 4,46 para R$ 5,93.

O Distrito Federal registrou a pior alta nos preços, de 34%. Na capital federal, o preço médio de revenda da gasolina nos postos saltou de R$ 4,77 para R$ 6,40 o litro.

O Rio de Janeiro teve um aumento de 27,8%, e São Paulo, 19,7%.

Jair Bolsonaro tem culpado os governadores pela alta nos preços. Ontem, em cerimônia no Planalto, afirmou que “nada está tão ruim que não possa piorar”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO