Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Vamos até o fim", diz advogada de médicos que denunciaram Prevent Senior

Em entrevista, Bruna Morato afirmou que a empresa coagiu médicos a aplicarem o tratamento precoce e transformou pacientes em cobaias
“Vamos até o fim”, diz advogada de médicos que denunciaram Prevent Senior
Foto: Robson Negrinni/O Antagonista

A advogada Bruna Morato, representante dos médicos que denunciaram uma série de supostas irregularidades contra o plano de saúde Prevent Senior, diz que o grupo está disposto a ir até o fim para provar que as informações do dossiê são verdadeiras, mesmo com as ameaças que vem sofrendo.

A denúncia acusa o plano de coagir os médicos a aplicar o tratamento precoce, sem comprovação científica, e a transformar os pacientes “em cobaias” para “atender a supostos interesses políticos partidários”.

“Eles (os médicos que denunciaram) sabem que a nossa vida vai virar um inferno, mas nós não vamos parar. Vamos até o fim para mostrar que a história que a gente contou é verdadeira. Essas pessoas morreram e o que fizeram nos hospitais é terrível”, disse Morato a O Globo.

A Prevent nega qualquer irregularidade.

A empresa alega que “não fez experiência científica, mas uma compilação de dados de atendimento de pacientes entre 26 de março e 4 de abril de 2020”.

Morato diz que o governo federal teve participação no experimento.

“Centenas de pessoas morreram. E isso tem que ser investigado pelas autoridades.”

 

Nesta quarta-feira, o diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, presta depoimento à CPI da Covid.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO