Vara de Moro diz que não pagou vídeo anticorrupção

A 13ª Vara Federal de Curitiba informou hoje que não autorizou uso de verbas para promover a campanha do Ministério Público em favor das 10 medidas contra a corrupção.

“O processo de destinação de verbas é público e segue as determinações legais e as normativas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Conselho da Justiça Federal (CJF) e Tribunal Regional Federal da 4ª Região”, diz nota da vara.

Como mostramos anteontem, um vídeo da campanha, mencionado por Deltan Dallagnol numa suposta mensagem a Sergio Moro em busca de verbas, foi pago por associações de procuradores.

Comentários

  • Edelson -

    Sabemos que não, mais a solicitação de DELTAN a moro,e grave.

  • Silvando -

    Impressionante, o Intercept publica uma coisa, o processo diz outra coisa, interessante que os processos são públicos, bastaria consultá-los para jornalistas não passar vergonha, lastimavel.

  • Arinelson -

    Então apresentem as contas do ano em que foi feito o video. Chega de conversa fiada, dos dos lados.E a PF pq não prendeu o hacker e o Glenn ainda ? E o Adélio quem contratou ? Que palhaçada é ess

Ler 22 comentários