Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Vejo dois crimes comprovados", diz Omar Aziz

Em entrevista à Crusoé, presidente da CPI fala em crimes contra a vida e sanitário; ele diz que os nomes dos responsáveis serão revelados no relatório final
“Vejo dois crimes comprovados”, diz Omar Aziz
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

No comando da CPI da Covid, Omar Aziz avalia que as investigações já comprovaram ao menos dois crimes cometidos por autoridades ao longo da pandemia. “Vejo dois crimes comprovados: crime contra a vida e crime sanitário. Isso está comprovado. Mas as pessoas que são responsáveis por isso só estarão apontadas no relatório final”, diz, em entrevista à Crusoé.

O senador estima que 200 mil mortes poderiam ter sido evitadas se o Brasil tivesse “comprado a vacina, acreditado na ciência e seguido os protocolos que a doença exigia”.

Na entrevista exclusiva, que está nesta edição da revista, o senador trata ainda do entrevero com as Forças Armadas e indica os caminhos que a comissão de inquérito deve trilhar na retomada dos trabalhos, a partir da próxima semana. E nega que a CPI seja contaminada pelas eleições de 2022 .

“Isso é uma avaliação que eu não faço. Eu não tenho como sentar naquela mesa e presidir a CPI pensando em 2022. Ela vai ter impacto se fatos, como omissão ou corrupção, forem comprovados. E aí, não é culpa da CPI, é culpa de quem cometeu esses erros. Não se pode dizer que a CPI vai mexer com eleição. É uma comissão parlamentar de inquérito que está investigando. E a investigação investiga fatos. Muitas coisas que as pessoas não sabiam antes da CPI agora são conhecidas, correto? O papel da CPI é esse.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO