Vencerá em 2022 quem conseguir convencer sobre vacina e emprego, diz líder do DEM

Vencerá em 2022 quem conseguir convencer sobre vacina e emprego, diz líder do DEM
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O líder do DEM na Câmara, Efraim Filho, disse que o STF, ao retomar a elegibilidade de Lula, resgatou a polarização entre Lula e Jair Bolsonaro.

Para ele, petistas e bolsonaristas farão de tudo para reeditar 2018, o que impõe ao centro um desafio.

“Os dois extremos vão tentar antecipar o segundo turno. A decisão do STF força o centro a encontrar um nome viável, com agenda própria e ideias claras.”

O demista acrescentou que o Brasil tem “uma maioria silenciosa” de algo em torno de 40% dos eleitores que rejeita Lula e Bolsonaro.

“Vencerá 2022 quem conseguir falar a língua do povo. E a língua do povo neste momento é garantir vacina e emprego.”

Efraim acrescentou que o DEM vai participar ativamente da tentativa de construir uma candidatura do centro e que vê Luiz Henrique Mandetta como “importante ativo”.

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO