“Verbas ilícitas ao grupo de Lula da Silva”

Diz O Público:

“As autoridades suspeitam agora de eventuais verbas ilícitas entregues ao grupo de Lula da Silva e a políticos e gestores portugueses”.

Os indícios, acrescenta o jornal, apontam para uma origem na parcela de 1,2 bilhão de euros paga pelos acionistas da Oi – entre os quais a Andrade Gutierrez – para poder fechar o negócio.

Faça o primeiro comentário