Veríssimo e a propina patriótica

O PT roubou a Petrobras? Não importa. O que importa é que, em vez de entregá-la à Shell ou à Esso, o PT defendeu o interesse nacional e entregou-a à OAS e à Camargo Corrêa.

Quem disse isso foi Luis Fernando Veríssimo. O Antagonista sabe que ninguém dá a menor pelota para o que diz Luis Fernando Veríssimo. Mas ele tem o dom de interpretar e traduzir os cacarejos dos petistas numa linguagem razoavelmente humana.

Segundo ele, o roubo na Petrobras é um detalhe irrelevante quando se considera “o contexto maior, no qual a sobrevivência da estatal como estatal, purgada pelo escândalo, é vital”.

Os petistas mais afoitos podem até ficar desapontados com o roubo cometido na Petrobras, mas “a longo prazo”, assegura Luis Fernando Veríssimo, eles vão reconhecer o patriotismo daqueles que resistiram “ao cerco à estatal de petróleo” recebendo propina da Andrade Gutierrez e da Odebrecht.

Faça o primeiro comentário