Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Vice-presidente da CPI denuncia Lindôra Araújo no CNMP

Subprocuradora-geral da República disse que o presidente da República, Jair Bolsonaro, não cometeu crime ao participar de eventos sem máscara
Vice-presidente da CPI denuncia Lindôra Araújo no CNMP
Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

O vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), ingressou com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público contra a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, após ela afirmar que Jair Bolsonaro não cometeu crime ao participar de eventos sem máscara.

Em parecer, Araújo disse não ser “possível realizar testes rigorosos, que comprovem a medida exata da eficácia da máscara de proteção como meio de prevenir a propagação do novo coronavírus.”

Na denúncia, Rodrigues afirmou que a manifestação da subprocuradora é “de todo inadequada”. “Ante tal manifestação do Ministério Público, o cidadão comum sente-se, para além de desestimulado, autorizado a não aderir a um comportamento fundamental de prevenção à saúde pública”, disse o parlamentar.

Além disso, o senador questionou o fato de Lindora Araújo ter pedido ao STJ que o desembargador Eduardo Almeida Prado, do TJ de São Paulo, fosse investigado por passear sem máscara numa praia em Santos (SP). Em uma manifestação totalmente contrária à adotada em relação a Jair Bolsonaro.

Leia na íntegra a representação do vice-presidente da CPI da Covid

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO