ACESSE

VÍDEO: Zeca do PT agradece a 'luta' de índios e do MST em terra invadida no MS

Telegram

Cerca de 200 policiais militares e federais, bombeiros, agentes da PRF e até homens do Exército estavam de prontidão às 6 horas da manhã da última segunda-feira, para cumprir uma ordem de reintegração de posse na zona rural de Caarapó, no Mato Grosso do Sul.

Por um ano, as autoridades tentaram convencer índios e militantes do MST a respeitarem a ordem judicial e deixarem o local. Não conseguiram.

Quando, enfim, a ordem de reintegração saiu, a Funai se movimentou para derrubar a liminar. Conseguiu.

A decisão para suspender a operação chegou horas antes. Aqui está a íntegra do pedido.

Ao amanhecer, o deputado federal Zeca do PT — ex-governador do estado, citado nas delações da Odebrecht — dava a notícia para os índios e integrantes do MST. Agradecia o apoio “daqueles que lá em Brasília se somaram na articulação” e enaltecia “a resistência e a luta” que evitou “um derramamento de sangue”.

Assista ao vídeo:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 37 comentários