Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Vieira a Dominguetti: CPI "não é lugar para moleque"

Senador do Cidadania por Sergipe pediu que a Presidência da CPI da Covid determine a prisão em flagrante do representante comercial da Davati
Vieira a Dominguetti: CPI “não é lugar para moleque”
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Alessandro Vieira (Cidadania-SE) deu uma bronca em Luiz Dominguetti durante a sessão de hoje da CPI da Covid. O senador disse que o colegiado “não é lugar para moleque” e pediu que a Presidência da Comissão mande prender o representante comercial da Davati.

“Estamos falando de meio milhão de brasileiros que morreram”, disse Vieira.

O senador também afirmou que o Brasil tem hoje “um presidente que não tem a capacidade de desmentir a denúncia”.

E complementou: “Esse é o nível que o Brasil chegou. E o senhor prestou um desserviço à nação”.

O desserviço citado por Vieira são as denúncias feitas por Dominguetti sobre a suposta cobrança de propina por representantes do Ministério da Saúde em troca da compra das vacinas oferecidas pela Davati Medical.

“O senhor fez uma denúncia gravíssima que não foi negada pelo governo, mas ao mesmo tempo que o senhor faz essa denúncia, entre a notícia da Folha de S.Paulo e sua participação nessa CPI, o senhor acrescenta, muito rapidamente, e isso é instantaneamente viralizado pelas redes automatizadas que atuam para esse grupo política, que há uma briga de gangues entre fornecedores de insumos e vacinas.”

Alessandro Vieira afirmou não desconsiderar a suposta “briga de gangues”, mas disse ser mais importante averiguar os fatos, porque, “no momento mais grave do país, as pessoas que ali estavam negociavam dinheiro em insumos que custaram a vida dos brasileiros. Isso é de uma gravidade absurda”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO