Vinte vezes maior

Na mesma entrevista, Paulo Roberto Costa tentou minimizar a importância da corrupção na crise na Petrobras, mas só conseguiu dar a devida culpa à “contabilidade criativa” de Dilma e Mantega.

Leiam o que disse à Folha:

“A defasagem do preço do combustível é dez vezes maior do que os desvios da Lava Jato. A defasagem provocou um rombo de US$ 60 bilhões, US$ 80 bilhões. A Lava Jato não chega a 5% disso.”

Na verdade, se a Lava Jato não chega a 5%, o estrago ocasionado pela defasagem seria vinte vezes maior.

Faça o primeiro comentário