Visita de Pompeo ao Brasil não condiz com boa prática diplomática, diz Maia

Rodrigo Maia afirmou há pouco que a visita do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, a Roraima, faltando 46 dias para a eleição presidencial americana, não condiz com a “boa prática diplomática internacional”.

Em nota, o presidente da Câmara disse ainda que a estadia de Pompeo no Brasil “afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa”.

“A visita do Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, nesta sexta-feira, às instalações da Operação Acolhida, em Roraima, junto à fronteira com a Venezuela, no momento em que faltam apenas 46 dias para a eleição presidencial norte-americana, não condiz com a boa prática diplomática internacional e afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa.”

Maia destacou o artigo 4º da Constituição, que lista os “princípios pelos quais o Brasil deve orientar suas relações internacionais”.

E concluiu:

“Patrono da diplomacia brasileira, o Barão do Rio Branco deixou-nos um legado de estabilidade em nossas fronteiras e de convívio pacífico e respeitoso com nossos vizinhos na América do Sul. Semelhante herança deve ser preservada com zelo e atenção, uma vez que constitui um dos pilares da soberania nacional e verdadeiro esteio de nossa política de defesa.”

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 121 comentários
TOPO