"As vítimas estão ligando de todo o país"

Telegram

O telefone do Ministério Público de Goiás não para de tocar.

A promotora Patrícia Otoni, que compõe a força-tarefa para investigar as denúncias contra o médium João de Deus, disse ao Globo que os relatos estão chegando de todo o país.

“As vítimas estão ligando de todo o país. Se for necessário, podemos aumentar o tamanho da força-tarefa para dar conta do trabalho.”

Você precisa saber quem são os novos 'donos do poder'. E precisa saber AGORA

E mais:

“Em crimes desse tipo, as vítimas demoram um tempo até ter coragem de denunciar. É importante que elas se sintam encorajadas. Nós montamos essa força-tarefa para ampará-las nesse depoimento, e para que elas possam se sentir seguras, para que os crimes sejam apurados. Estamos em contato com promotores do Brasil inteiro.”

Comentários

  • Esther -

    As vítimas estão iguais a de Hollywood denunciando os abusos anos após o ocorrido. Curioso que nesses casos não se fala em prescrição. Assim, até cadáveres poderão ser denunciados. Soa um pou

  • FERNANDO -

    só o cara passando o orgão sexual na turma pra perceberem que era um charlatão...quando falava que curava de HIV ninguém nem desconfiou ?

  • claudio -

    O fim do charlatanismo do espiritismo no brasil. Afff! Demorou!

Ler 53 comentários