Vitória de Doria

Vitória de Doria
Foto: Reprodução/Governo do estado de SP

Foi uma vitória política do governador de São Paulo, João Doria, a admissão do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, de que o início da vacinação nacional pode se dar ainda em dezembro, mais certamente em janeiro”, segundo Merval Pereira.

“Agindo sempre com rancor, e sem nunca objetivar a proteção da vida humana, o presidente Bolsonaro foi obrigado a antecipar o calendário de vacinação para não deixar o governador paulista ser o pioneiro no país, enquanto a Saúde permaneceria em estado de paralisia burocrática”.

O colunista, ontem, disse que João Doria havia exagerado na dose, mas é claro que a vacina está acima de qualquer cálculo oportunista.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO