A volta do procurador que falou demais

Sidney Madruga ganhou novo cargo na gestão de Raquel Dodge: será um dos coordenadores regionais do Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral, informa a Época.

Madruga é aquele procurador que se demitiu depois de ser divulgada uma conversa dele com Fernanda Tórtima, ex-advogada da JBS. Na conversa, ele disse que Dodge queria controlar a Lava Jato e que pediria a investigação de Eduardo Pelella.

Segundo a revista, o novo cargo de Madruga está abaixo da função que ele ocupava ao se exonerar (coordenador nacional desse grupo eleitoral).

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 5 comentários
  1. Espero que ele continue de ouvidos muito aberto, e nos conte os passos dessa Dodge.

    Se ele foi apoiada pelo Sarney e Temer, devem ser da mesma igreja, e se ajudam sempre.

    Estamos fu…