"Vontade de mandar para a conta do ministro", diz Doria sobre gastos com busca por André do Rap

“Vontade de mandar para a conta do ministro”, diz Doria sobre gastos com busca por André do Rap
Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, disse hoje que tem “vontade de mandar para a conta do ministro” Marco Aurélio os gastos com a procura por André do Rap. Em entrevista coletiva, o governador disse que São Paulo está gastando R$ 2 milhões a cada quatro meses com pessoal e material na operação de busca pelo traficante.

André do Rap foi solto na sexta-feira passada por ordem de Marco Aurélio. Ele entendeu que, como a prisão preventiva do traficante não havia sido revisada depois de 90 dias, ela havia se tornado ilegal. No dia seguinte, Luiz Fux cassou a decisão do ministro, mas o traficante já havia fugido.

Ontem, o Supremo decidiu, por 9 votos a 1, manter a decisão de Fux e definiu que a falta de revisão da preventiva a cada 90 dias não deve levar à soltura imediata do preso, mas à intimação do juiz para que faça a reavaliação do decreto de prisão.

Doria já havia chamado a decisão de Marco Aurélio de “lamentável” esta semana, quando disse que “lugar de bandido é na cadeia”. “A imagem do criminoso saindo de um presídio de segurança máxima pela porta da frente é um deboche à opinião publica e à polícia de São Paulo e disse ser “lamentável que um líder do PCC tenha sido libertado por um magistrado experiente”, declarou, na quarta.

Leia mais: A crise aberta pela libertação do chefão do PCC
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 64 comentários
TOPO