ACESSE

Voto complementar não incluirá capitalização nem estados e municípios

Telegram

Esta é mais uma semana decisiva para a reforma da Previdência, que, se tudo der certo, será aprovada na comissão especial da Câmara até quinta-feira.

O relator, Samuel Moreira, continua se reunindo com Rodrigo Maia, lideranças partidárias, integrantes da equipe econômica do governo e consultores legislativos.

O voto complementar, que será apresentado assim que as discussões se encerrarem, não incluirá na proposta o sistema de capitalização nem estados e municípios, a despeito de pressões no sentido contrário. Esses assuntos, porém, ainda poderão ser discutidos em forma de destaques, ou seja, separadamente do texto-base.

Quando os debates acabarem, provavelmente amanhã ou quarta-feira, Moreira não precisará ler todo o seu voto de novo — apenas pontuará os ajustes feitos na redação do texto inicial e as poucas mudanças no mérito.

E se Paulo Guedes deixasse o governo? O mundo desabaria? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Leandro -

    Capitalização estava muito vago na pec do Guedes. Se ha risco de não aprovar a reforma se incluir est e munic, tentem aprovar no plenário então. Mas mais cedo ou mais tarde vão ter q fazer isso.

  • Gilberto -

    A Câmara tirou estados e municípios da REFORMA para regionalizar o acharque, e digo governador e prefeito que entrar nessa vai afundar junto com eles. Os brasileiros assistem a tudo com LUPA.

  • Gabriel -

    Tem que incluir ao menos os Estados e Municipios.

Ler 13 comentários