Voto impresso traria 'grande tumulto ao processo eleitoral', diz Barroso

Voto impresso traria grande tumulto ao processo eleitoral, diz Barroso
Foto: Reprodução/YouTube/JustiçaEleitoral

Luís Roberto Barroso afirmou há pouco que o voto impresso traria um “grande tumulto” ao processo eleitoral brasileiro.

Em coletiva, Barroso comentou a manifestação de Jair Bolsonaro, que voltou a criticar hoje o sistema eleitoral do Brasil.

“O presidente da República merece todo o respeito institucional e tem direito a manifestar sua opinião. Portanto, respeito a compreensão dele. A verdade porém é que, objetivamente, o STF já decidiu pela inconstitucionalidade do voto impresso.”

Segundo o presidente do TSE, o voto impresso aumentaria o custo das eleições e representaria um “risco legal para o sigilo do voto”.

“Eu penso que o voto impresso traria grande tumulto para o processo eleitoral brasileiro, porque todo candidato derrotado ia pedir recontagem, ia haver impugnação, alegações de nulidade e judicialização do processo eleitoral. É uma opinião pessoal, penso que traria um grande tumulto ao processo eleitoral.”

E concluiu:

“Se o presidente ou qualquer pessoa tenha comprovação de fraude em alguma eleição, eu imediatamente mandarei apurar. Mas eu sou juiz, lido com fatos e provas e não posso me pressionar com a retórica política.”

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 88 comentários
TOPO