"Vou sair na hora que o presidente achar ou se estiver doente", diz Mandetta

“Vou sair na hora que o presidente achar ou se estiver doente”, diz Mandetta
(Brasília - DF, 08/07/2019) Encontro com Ernesto Araújo, Ministro de Estado das Relações Exteriores; e Yohei Sasakawa, Presidente da Fundação Nippon. Foto: Marcos Corrêa/PR

Henrique Mandetta disse que, sobre os rumores de sua saída, isso só acontecerá “na hora que o presidente, que me nomeou, achar ou se eu tiver doente”.

“Ou num momento em que eu achar que todo esse período de turbulência já tenha passado e não seja mais útil.”

Mandetta ressaltou que, enquanto durar a crise, vai “trabalhar ao máximo” e “sempre por critérios técnicos”. “A equipe está focada.”

Leia também: Coronavírus: o vírus da desglobalização.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO