VTPB PAGOU QUASE 800 MIL A EX-ASSESSOR DE EDINHO

O Antagonista revelou em julho que Keffin Gracher, ex-assessor de Edinho Silva, foi subcontratado pela VTPB. Os peritos do TSE obtiveram as notas fiscais emitidas pela Dialógica Comunicação e Marketing, de Gracher, que embolsou mais de R$ 760 mil.

As NFs indicam a prestação de serviços de “design, criação de material publicitário, criação de material gráfico e de material publicitário”.

Curiosamente, a Dialógica não consta do polêmico relatório fiscal elaborado pela Secretaria da Fazenda do governo Geraldo Alckmin, que fez questão de atestar a “efetiva atividade” da VTPB.