ACESSE

Wadih Damous ataca Villas Bôas

Telegram

Os petistas começaram a atacar, em conjunto, o general Eduardo Villas Bôas.

O deputado Wadih Damous usou o Twitter para dizer que, em outros países, o general seria exonerado pelas suas declarações.

“As declarações do General Villas Bôas são inaceitáveis porque ilegais. Em qualquer país em que vigore uma Constituição, o General seria exonerado. Trata-se, na prática, de uma intervenção militar na política. Querem tutelar as eleições e garantir a vitória do candidato nazifascista”.

Ao Estadão, Villas Bôas declarou que se Lula ficasse elegível, estaria “afrontando tanto a Constituição quanto a Lei da Ficha Limpa”.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 252 comentários