O cuidado de Wagner

Em várias ligações monitoradas pela PF fica evidente o cuidado de Jaques Wagner em conversar por telefone sobre temas não republicanos.

Uma das últimas chamadas de Lula para o ministro ocorreu no fim de semana.

Nele, Lula diz que está ao lado de Paulo Teixeira e do advogado Cristiano Zanin. Ele afirma que “Paulinho” precisava tratar de um assunto urgente com Wagner, que estava na Bahia.

Wagner sugere que liguem de um quarto de hotel para evitar grampos.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 1 comentários
  1. Me perdoem sair do assunto, mas nem tanto, o que aconteceu da descoberta nos cofres da Brink”s no Recife pela Polícia Federal de milhões em Euro e outras moedas (isso aconteceu a 2, 3 meses atrás) e já não se houve mais nada na imprensa. De quem era o dinheiro, era legal ou não? Nós precisamos de informação segura continuada e com coerência.