ACESSE

Wajngarten e Zambelli garantem que ministro do verde está maduro

Telegram

Bolsonaristas estão em campanha nas redes sociais para garantir que Ricardo Salles está prestigiadíssimo.

O chefe da Secom, Fabio Wajngarten, subordinado do genro de Silvio Santos, foi ao Twitter hoje dizer que Salles “continua firme no seu trabalho” e “continua sua jornada para trazer Investimentos (sic) que gerem emprego e preservem a natureza”. Wajngarten leva investimentos tão a sério que escreveu com I maiúsculo.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), a mesma que garantiu que Sergio Moro ficaria na pasta da Justiça, republicou a mensagem e acrescentou: “Nosso querido Ricardo Salles segue firme conosco!”.

Ontem, Salles disse à Jovem Pan que “o ministério não é meu, é do presidente Bolsonaro“.

No fim de 2018, pouco antes de assumir a pasta do Meio Ambiente, Salles foi condenado em primeira instância, acusado de fraudar o processo do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê, quando foi secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, em 2016.

Além disso, a Justiça de São Paulo autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do escritório de advocacia do ministro e de sua mãe.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim

Comentários

  • Flavio -

    Não consigo entender uma coisa(a Carla não é deputada?ela tem que tratar assunto da câmera e ela só fala sobre o governo)ELA NAO SABE NADA A RESPEITO DO CONGRESSO

  • RUI -

    SÓ A MENTE DETURPADA DESSA ALA IDEOLÓGICA (SEM QUALQUER LÓGICA ) É CAPAZ DE DEFENDER UM NÃO-MINISTRO QUE ARRASOU O PAÍS INTERNACIONALMENTE E CAUSA BILHÕE$ DE DOLÁRE$ DE PREJUIZO AO PAÍS!

  • Antonio -

    Já vai tarde. Deixa um militar assumir este que é um ministério importantíssimo.

Ler 46 comentários